quarta-feira, 27 de julho de 2011

Cisto pilonidal (cisto dermóide)


O que é?

O cisto pilonidal é uma inflamação que ocorre na região interglútea, na pele em cima do cóccix e sacro. Esta é uma doença que afeta mais comumente os adolescentes e adultos jovens, com o pico de incidência na terceira década de vida. O sexo masculino está acometido em 80% dos casos.

Como ocorre?

O termo pilonidal vem do latin pilus, que significa pêlo, e nidus (cisto), que significa ninho. Desta forma, é assim que o cisto pilonidal se desenvolve. O pêlo da região superficial ao cóccix e o sacro cresce para dentro da pele, funcionando como um corpo estranho, que causa um processo inflamatório e infecção subseqüente. Este corpo estranho se aproveitaria da vulnerabilidade da pele destes pacientes, e se aprofundaria nesta região, formando então, o cisto pilonidal.
O cisto pilonidal foi descrito pela primeira vez por um médico chamado Mayo, em 1883. Naquele período, se acreditava que o cisto fosse decorrente de um problema congênito da região. Atualmente a teoria mais aceita é de que o cisto pilonidal é realmente uma doença adquirida. A tendência que o cisto tem em recidivar é consistente com uma doença adquirida, já que caso contrário, a retirada do tecido mal formado resultaria na cura completa da doença.

Sintomas

Alguns pacientes são assintomáticos, mas apresentam uma pequena abertura na pele (orifício) da região sacro-coccígea, uns 5 cm acima do ânus. Os pacientes sintomáticos apresentam dor na região, edema (inchaço), vermelhidão, e saída de líquido purulento pelo orifício na pele. Em alguns casos, devido a intensidade do processo inflamatório e da infecção (abscesso), novos orifícios surgem na região, facilitando a saída espontânea do pus. Estes orifícios se comunicam por debaixo da pele, formando trajetos fistulosos, como se fossem “túneis”. Em alguns casos, devido a dor na região final da coluna (cóccix e sacro), algumas vezes o primeiro especialista a ser procurado é o ortopedista, que prontamente encaminhará o paciente ao proctologista.
Mais comumente, os pacientes apresentam saída crônica de líquido purulento pelos orifícios do cisto pilonidal, com períodos de melhora dos sintomas. Ao exame, os orifícios são observados, e algumas vezes é possível notar a projeção do pêlo através destes orifícios. Com a pressão manual sobre os trajetos fistulosos, é possível visualizar a saída de um líquido seroso e purulento.

Tratamento

O tratamento nos casos que se apresentam inicialmente como um abscesso da região deve ser a drenagem cirúrgica do abscesso, com a conseqüente retirada da secreção purulenta. Esta drenagem pode ser realizada com anestesia local, raquimedular ou geral, dependendo da intensidade do caso. Em alguns pacientes, este é o tratamento definitivo, principalmente naqueles acima dos 30 anos de idade. Deve-se salientar de que este tipo de evolução ocorre em menos de 40% dos casos submetidos a drenagem do abscesso. Os antibióticos têm pouco efeito nestes casos, e só devem ser utilizados em infecções graves ou em pacientes com comprometimento da imunidade.
No entanto, nos pacientes que apresentam a persistência do cisto, mesmo após a drenagem do mesmo, o tratamento cirúrgico está indicado. O procedimento cirúrgico ideal para estes casos é o que requer menor hospitalização, maior simplicidade técnica, e que tenha um baixo índice de recorrência da doença.
Nestes casos, indico em meus pacientes a abertura do cisto, a curetagem (raspagem) da parede interna do cisto, a retirada dos pêlos e a cauterização da região. Ou seja, o cisto é convertido em uma ferida aberta, que cicatrizará com o passar dos dias. Os trajetos fistulosos são identificados através de uma pinça que entra em um dos orifícios na pele e sai em outro. Em seguida, o trajeto é aberto. Um aspecto importante durante a preparação para cirurgia é a retirada completa dos pêlos da região. O mesmo procedimento também deverá ser mantido no período pós-operatório, mantendo-se uma área de 3 a 4cm sem pêlos a partir da ferida. A maior vantagem deste método é a sua facilidade técnica, e a maior desvantagem, o tempo de cicatrização (4 a 6 semanas).
Em geral, o paciente recebe alta hospitalar no dia seguinte ao da cirurgia, com orientação a respeito do curativo e sobre os analgésicos utilizados para o controle da dor. O curativo é realizado diariamente, com a lavagem da ferida com soro fisiológico, e colocação delicada de gazes. Desta forma haverá a cicatrização uniforme da ferida, até que em determinada fase desta cicatrização, a ferida estará quase fechada e não haverá a necessidade de colocação da gaze. É importante que o cirurgião ensine à pessoa que realizará o curativo o modo correto de realização do mesmo, evitando-se assim, dor desnecessária no momento da troca e melhores resultados.
Nos casos recidivados e já submetidos a este tipo de cirurgia, outras técnicas mais complexas podem ser utilizadas, como o fechamento da ferida no momento da cirurgia. No entanto, isto implica em um maior tempo de internação hospitalar e maior dificuldade cirúrgica, devendo-se assim, reservar este tipo de tratamento para casos selecionados.


Fonte: http://www.drfernandovalerio.com.br

32 comentários:

  1. A inflamação no cóccix pode causar sangramento ?????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente, algumas vezes pode sair pus.

      Excluir
  2. estudo muito bem feito é exatamente o que acontece comigo, obrigado pelas informaçoes ass;paulo sergo kohl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, sempre que precisar de alguma dica e eu pude ajudar conte comigo.

      Excluir
    2. Parabéns o Blog é muito interessante, continue escrevendo ;)

      Excluir
  3. Acabei de fazer uma cirurgia, saiu um tufo grande de cabelo. Que ser complicado somos né (hahahaha)

    Nota 10 para você.

    ResponderExcluir
  4. Operei a 35 dias, super tranquilo, no início precisa de alguém pra fazer o curativo, mas agora já consigo fazer sozinho. Não senti dores em nenhum momento, apenas um incomodo que impede de ficar sentado por muito tempo. Se alguém precisar de dicas sobre o curativo pode perguntar. Minha tia que é médica cuidou de mim nos primeiros 30 dias, não teve nenhum ponto de infecção ou algo do gênero que poderia agravar, o importante é fazer o curativo e a limpeza da forma correta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô precisando fazer essa cirurgia tbm, algumas dicas seriam muito úteis... vc sabe quanto tempo tem q ficar sem praticar relações sexuais??? E hoje como está o ferimento, já fechou completamente?
      Bjuxxxx

      Excluir
  5. edgar acho q estou com essa inflamaçao tambem,vou ter que dizer para minha mae para ver o que faazer

    ResponderExcluir
  6. Já várias vezes tive essa inflamação, acho que foi causada por uma batida no banco de um ônibus há mais ou menos quatro anos atrás, mas agora não tenho dúvidas estou precisando ir ao médico acho que preciso fazer está cirurgia, muito obrigada pelos esclarecimentos.

    ResponderExcluir
  7. bom tenho uma duvida, provavel que tenha que fazer a cirurgia tbm... alta do hospital é no dia seguinte, mais qnto tempo de repouso??? que minha maior preocupação é com a faculdade...qnto tempo durmir com a bunda pra cima depois da cirurgia??? agradeço...

    ResponderExcluir
  8. Estou com essas dores há dois dias e verifico que está saindo pus. Estou grávida de 7 semanas, então pode ter sido causado pelos hormônios da gravidez ou, porque fico, às vezes, muito tempo sentada na frente do computador. Não é a primeira vez que sinto esta dor, lembro de já ter sentido há mais de 1 ano atrás... que médico devo procurar? Tenho medo de ter que fazer cirurgia...

    ResponderExcluir
  9. eu tenho esta doença, ja fiz a cirurgia , e estou em casa de repouso.. gostava de saber se posso fumar tabaco ? e posso fumar erva ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a maconha diminui a circulação sanguinea, com isso pode diminuir o tempo de cicatrização.

      Excluir
  10. eu tenho esta doença e ja fiz a operaçao e estou em casa a descansar.. mas tenho me sentido extremamente mal disposta, desde que aacordo ate dormir ! so me apetece vomitar e vomitar !! ha algo que posso fazer para acalmar o estomagp ?

    ResponderExcluir
  11. Então, eu tenho esse cisto e já fui num dermatologista quando tive a pior das crises e ele me passou um antibiótico, que resolveu essa crise. Depois disso, eu nunca mais tive crises fortes, que foram resolvidas só com uma pomada. Só que nesses últimos três meses o meu cisto apareceu duas vezes, mas ele já começou sangrando. Isso é normal?
    Maria.

    ResponderExcluir
  12. o esclarecimento e correto no intacto acontece que meu marido fez operação ficou hospitalizado e tudo em 2011 e ficou normal após todos cuidados agora volta ter mesmo sintomas porque apareceu de novo. e tem dores imensas. Isso quer dizer que tera que operar de novo?

    ResponderExcluir
  13. Colegas,sofri anos com esse tal de cisto pilonidal. Ele vai e volta, o que descobri é o seguinte:- toda vez que ia tomar banho, depois que já estava ensaboado, lambuzava bem o local com sabonete, e deixava agir por alguns segundos, ou até minutos nos primeiros dias, antes de de me lavar, mesmo que nos primeiros dias estava inchado e dolorido. Depois de alguns dias foi diminuindo até desaparecer, e já fazem meses que não aparece. Em mim funcionou, boa sorte.

    ResponderExcluir
  14. Eu estou com estes sintomas fui no medico e estou com cisto na ''bunda'' tipo ta um pouco inchado e doendo pra caramba nao sai pus graças a deus.estou tomando cefalexina 1 cspsula de 6em6 h e ibuprofeno 3 comprimidos de 8 em 8 horas espero que adiante e eu nao precise de drenagem e nrm cirurgia pois estou com duvida por que fica aquele buraco e como a pessoa faz ad necessidades pelo risco de sujar a ferida com fezes e ate mesmo cair pelos na ferida e eu vi depoimentos de que demora 9 ou ate mais meeses para cicatrizar e como fica sera que deforma e a rotina do dia a dia e se eu me machucar ou adquirir qualquer lesao mesmo depois da retirada do cisto ele pode voltar a e so um aviso eu fiquei com esse problema depois de fazer sexo sentado no chao....... Por favor me ajudem com minhas duvidas eu estou desesperado obrigado ao anjo que me responder

    ResponderExcluir
  15. É exatamente o que acontece comigo. Eu tava querendo saber o que era, e agora resolvi ver na internet. Tua página é muio boa. Obrigado mesmo!

    ResponderExcluir
  16. Meu marido esta cm um caroco q vai no hospital tira e volta novamente

    ResponderExcluir
  17. tata.
    Eu tb tenho este problema já faz anos.fiquei uns 3 anos sem aparacer.agora via fazer dois anos que voltou e não sara.não cicatriza inflama direto. gostei do seu blog. pois eu vi que não sou só eu que tenho este bendito cisto.obrigada pelas informações.

    ResponderExcluir
  18. Tenho uma amiga que tem lupos e sofre com esse problema, umas vezes resolveu com antibiótico, mas nas ultimas vezes mesmo com antibiótico teve de fazer drenagem, neste momento está a começar outra vez, ela não quer tomar antibiótico está à espera que amadureça para ir ao médico e espera que ele a opere e resolva de uma vez. Se algum médico ler, responda se ela está a agir corretamente.

    ResponderExcluir
  19. Tenho um quisto pilonidal e vou ser operado daqui a 4 dias queria saber quanto tempo até conseguir andar bem, porque passados 5 dias tinha que estar a trabalhar?

    ResponderExcluir
  20. Gostaria de saber se este tipo de cisto nesta região impede uma gravidez!!!Pois tive este cisto, fiz a cirurgia a quatro anos atras e ate hoje nao consegui engravidar.Espero uma resposta de um profissional se possivel!!!

    ResponderExcluir
  21. Tenho esse cisto ah 5anos. Entao de 1ano pra ca ta crescendo muito rapido msm ja esta tamanho de bola de gude ou maior ja incomoda demais sentada deitada..ja esta percebendo um pouco nas roupas que uso é algo assim muito louco...fui nm gineco o cara.so passou exame pra sabr se é maligno ou benigno.agora estou gravida de 4semana...esperar qndo ter bb. Vou procurar soluçao ne...meu marido fala assim que ja deu vontade dele msm tirar....mais brincando...é horrivel..feio eu me sinto mal cm esse trem no rego da bunda ninguem merece..e nao doi nada so cresce...

    ResponderExcluir
  22. Bom gente, eu tinha o cisto a anos e não sabia, fui no medico uma vez quando era adolescente e a médica falou que era apenas um pelo encravado e mais nada...até que um dia em outubro de 2013 ele resolveu inflamar! Ficou do tamanho de uma bola de tenis de tão inchado e não estourou e nem saiu nada!! Nesse dia não consegui dormir! Fui no médico mancando e ele ja logo de cara falou que era um cisto pilonidal e tascou 15 dias de atestado e antibiotico! Na primeira semana melhorou um pouco, mas fui em outro medico que me receitou outro antibiotico mais forte! Resolveu o problema, mas ja aproveitei para agendar a minha cirurgia que foi feita em 19 de fevereiro de 2014! Perdi o carnaval, mas estou aqui firme e forte, fazendo curativo duas vezes por dia, é bem chato, mas necessário! A cirurgia foi bem tranquila, não senti dor nenhuma até o momento, nas duas primeiras semanas fiquei deitado de lado e evitava ficar sentado, hoje na terceira semana ja estou andando numa boa e consigo sentar direito, sim vai ter que repousar! Não da para fazer a cirurgia e querer ir trabalhar no dia seguinte, esquece! Então ja logo peguei 15 dias de atestado e na sequencia as minhas férias, totalizando 44 dias, espero que até la esteja bem para trabalhar numa boa e que isso não volte mais!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite !!! fiz essa cirurgia dia 20.03.2014...hoje já sento, mais que eu estou estranhando do lado direito do corte está inchado, no lado esquerdo está normal, minha pergunta isso e normal? peguei 15 dias de atestado e hoje estou no inss, só volto trabalhar 30.06.2014,Mode de tratamento pomada kollagenase, sóro fisiológico e gáses.

      Excluir
  23. Este quisto apareceu-me à três dias e rebentou esta madrugada. Hoje fiz drenagem e tenho um dreno colocado. O meu problema foi a drenagem. Levei dois frascos de anestesia local e não adiantou. Senti tudo como se fosse a sangue frio e foi muito doloroso. Tenho que fazer penso todos os dias e só espero que esta porra não volte.

    ResponderExcluir